Dicas que transformam vidas

Receitas caseiras para a pele

Receitas Caseiras para a pele

Maio de 2012

Cuidado: Cada pele tem necessidades diferentes e nem sempre essas receitas são indicadas!

Misturar germe de trigo ou flocos de aveia a uma colher de chá de sobremesa de mel forma uma parceria esperta para amaciar a pele do rosto. O mel é rico em proteínas, vitaminas e minerais. Ao mesmo tempo em que alimenta a pele, remove, com delicadeza, as impurezas da superfície. Os cereais promovem uma esfoliação mais suave do que os grãos de açúcar ou fubá, sem irritar, além de ser boa fonte de vitaminas.

Limpeza de Pele

·  1 pacote de gaze quadrada
·  2 colheres (sopa) de flocos de aveia
·  Mel puro
Sobreponha três gazes e coloque a aveia no cento. Junte as pontas da gaze, formando uma trouxinha bem firme. Em seguida, molhe a trouxinha em água morna e passe-a suavemente no rosto, pescoço e colo durante 5 minutos. Isso remove as impurezas. Depois, lave a pele com água e espalhe um pouco de mel, deixando agir por 15 minutos. O mel é um poderoso hidratante. Por último, lave a pele com água.

Máscara Rejuvenescedora

A albumina, proteína presente na clara do ovo, tem grande poder cicatrizante e produz um leve efeito tensor quando é aplicada batida sobre a pele. A receita só vale para quem não se incomoda com o cheiro do ovo, que permanece por algum tempo.

Máscara para Pele sensível

·  1/2 abacate
·  2 colheres (sopa) de óleo de amêndoas
·  2 ampolas de vitamina E
Retire a polpa do abacate e amasse-a com um garfo. Em seguida, acrescente os outros ingredientes até formar uma pasta e aplique-a no rosto evitando a região dos olhos. Deixe agir por 30 minutos e retire com água fria. A máscara pode ser aplicada uma vez por semana.

Máscara Revitalizante

·  2 colheres (sopa) de flocos de aveia
·  1 colher (sopa) de água
·  pano ou gaze
Misture em um pilão a aveia e a água. Em seguida, espalhe a pasta obtida sobre um pano ou uma gaze e cubra o rosto com o tecido, deixando agir por 15 minutos.

Pele Oleosa

·  1 copo de iogurte desnatado, sem sabor
·  1 clara de ovo batida em ponto de neve
·  1 colher de sopa de sementes de erva-doce
·  folhas frescas de hortelã
Misturar levemente as claras ao iogurte e acrescentar as sementes de erva-doce. Aplicar no rosto limpo uma camada espessa e homogênea. Cobrir com as folhas de hortelã. Repousar por 20 minutos, deitando-se com os pés ligeiramente acima do nível da cabeça. Retirar a máscara com água fria, enxaguando bem. Enxugar a pele e complementar o tratamento aplicando sobre todo o rosto e pescoço uma boa quantidade de hidratante, específico para seu tipo de pele.

Pele Seca

·  1 copo de iogurte integral, sem sabor
·  1 colher de sopa de óleo de amêndoas
·  1 colher de sopa de mel
·  folhas frescas de sálvia
Misturar levemente o óleo de amêndoas e o mel ao iogurte. Aplicar no rosto limpo, numa camada espessa e homogênea. Cobrir com as folhas de sálvia. Repousar por 20 minutos, deitando-se com os pés ligeiramente acima do nível da cabeça. Retirar a máscara com água fria, enxaguando bem. Enxugar a pele e complementar o tratamento aplicando sobre todo o rosto e pescoço uma boa quantidade de hidratante, específico para seu tipo de pele.

Pele Normal

·  1 copo iogurte integral, sem sabor
·  1/4 xícara de chá de camomila concentrado (2 saquinhos/1 xícara de água fervente)
·  1 colher de café de óleo de canola
·  folhas frescas de manjericão
Misturar levemente o óleo de canola e o chá de camomila concentrado ao iogurte. Aplicar no rosto limpo, numa camada espessa e homogênea. Cobrir com as folhas de sálvia. Repousar por 20 minutos, deitando-se com os pés ligeiramente acima do nível da cabeça. Retirar a máscara com água fria, enxaguando bem. Enxugar a pele e complementar o tratamento aplicando sobre todo o rosto e pescoço uma boa quantidade de hidratante, específico para seu tipo de pele.

Pele Manchada

·  1 copo de iogurte desnatado, sem sabor
·  1 colher de sopa de aveia em pó
·  1 colher de sopa de polpa de mamão papaia passada na peneira
·  folhas frescas de alecrim
Misturar levemente a aveia em pó e a polpa de mamão papaia ao iogurte. Aplicar no rosto limpo, numa camada espessa e homogênea. Cobrir com as folhas de alecrim. Repousar por 20 minutos, deitando-se com os pés ligeiramente acima do nível da cabeça. Retirar a máscara com água fria, enxaguando bem. Enxugar a pele e complementar o tratamento aplicando sobre todo o rosto e pescoço uma boa quantidade de hidratante, específico para seu tipo de pele.

Tônico Facial

Descascar um pepino e utilizar a polpa no rosto. Essa fórmula serve para tonificar a pele e também para deixá-la limpa.

Receitas de sucos para a pele


Anti-celulite

Salsa - 1 colher de sobremesa;
Couve - 1 pires de chá;
Abacaxi - 1 fatia média;
Água de coco - 350,00 ml;
Hortelã - 3 folhas;
Limão para suco - 1/2 unid.
Modo de preparo: no dia anterior, coloque a água de coco em forminhas para gelo e leve ao congelador. No liquidificador, bata bem a água de coco, a couve e a salsinha. Acrescente o abacaxi, gotas de suco de limão e a hortelã. Bata até ficar bem homogêneo.
Dica: se preferir, substitua o abacaxi por melão.

Desintoxicante

Abacaxi em cubos - 1 copo de 300ml;
Raspas de casca de limão - 1 colher de sopa;
Gengibre fresco ralado - ½ colher sobremesa;
Modo de preparo: bata no  liquidificador

O abacaxi é energético e contém vitaminas do complexo B, ácido pantotenico e vitamina A. Tem efeito antiinflamatório, diurético e digestivo, pois possui uma substância no miolo chamada bromelina. A casca do limão contém substâncias antioxidantes e desintoxicantes, e o gengibre, além de antiinflamatório, é desintoxicante.

Firmeza da pele

Laranja - ½ copo de suco concentrado;
1 cenoura pequena ralada;
2 fatias finas de beterraba;
Água mineral gelada - ½ copo.
Modo de preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador, coe e sirva imediatamente, adoçado a gosto.

Este trio garante a firmeza da pele, especialmente devido ao conteúdo de  vitamina A, bioflavonóides, vitamina  C e LPC-A, um precursor na formação do colágeno, aliás a beterraba é campeã neste composto. O bioflavonoide, mais rico na laranja, é a hisperidina, que garante maior circulação sanguínea, evitando o  a sensação de peso e dores nas pernas. Ainda, a composição fortalece o sistema imune.

Pós-academia

Água de coco – 200ml;
Aipo – 2 talos;
Melão – 2 fatias médias;
Mamão papaya – ½ unidade pequena.
Modo de preparo: bater os ingredientes e tomar em seguida.

Pele dourada e hidratada

Cenoura crua - 1/4 unidade média;
Mamão Papaya - 1/4 unid. média;
Limão para suco - 1/2 unid. média;
Semente de linhaça dourada - 1 col. de sobremesa;
Gérmen de trigo - 1 col. de sobremesa;
Farelo de semente de linhaça dourada- 1 col. de sobremesa;
Adicionar o suficiente de água.

Tanto o mamão papaia quanto a cenoura são ricos em vitamina A, importante para a recuperação e regeneração do tecido celular, e fundamental para a saúde de cabelos, pele e unhas. O caroteno garante maior permanência do bronzeado. Esta combinação contém alto conteúdo de vitamina C e flavonoides que combatem o excesso de radicais livres protegendo a pele dos efeitos nocivos do sol, prevenindo o envelhecimento precoce da pele. O gérmen de trigo contém quantidade suficiente de vitamina E, e a linhaça dourada entra com a gordura essencial omega 3 para  garantir a hidratação da pele e prevenir o envelhecimento das células.

Anti-inchaço

Suco de 1 lima da pérsia;
Melancia picada - 3 xícaras de chá;
Capim cidreira fresco - 10 folhas de capim.
Modo de preparo: bata todos os ingredientes no liquidificador e coe.

A melancia é um excelente estimulante, tem vitaminas A, C, E, K e todas as do complexo B. Além disso, por possuir um alto conteúdo de líquido e baixo valor calórico em relação à maior parte das frutas, ela contém mais nutrientes por calorias. Contém um potente antioxidante, o licopeno, que confere a sua cor vermelha e protege as células do envelhecimento. Associado a isto, tem a lima da pérsia, que por ser  rica em antioxidantes, favorece a circulação linfática, sendo indicada para evitar retenções de líquidos e celulite. Já o capim cidreira confere melhora na digestão, o que ajuda a reduzir a produção de gases intestinais, responsáveis também pelo inchaço.

Emfim o ano começou

Enfim o ano começou

Março de 2012

Após tantos festejos de dezembro a fevereiro, é hora de finalmente começar o ano e, como sempre definir uma meta para o ciclo que se inicia. Aqui vão algumas dicas para livrar-se dos quilos ganhos.

- Comece o dia bebendo um copo de água com gotas de limão. Isso ajudar a fazer o estômago e o intestino funcionarem, além de hidratar o corpo após longos períodos de jejum

- Nada de dietas malucas e compensatórias. Crie hábitos saudáveis e que você possa manter ao longo do ano

- Organize seus horários para comer de 3 em 3 horas, carregue sempre frutas, nozes, castanhas e lanches saudáveis contigo.

- Faça pratos coloridos. Coloque muitas verduras, legumes e frutas, couve, brócolis, couve-flor são alimentos que ajudam a desinchar e a desintoxicar o corpo

- Dê um tempo na carne vermelha, que dificulta a digestão, dando preferência às carnes magras. Evite alimentos gordurosos, farinha branca e doces, pois eles atrapalham o funcionamento do corpo, tornando o metabolismo mais lento

- Aproveite que o carnaval já passou e diminua o consumo de bebidas alcoólicas, seu corpo já teve uma dose extra durante as festas e seu fígado precisa se recuperar. Beba bastante água, sucos, água de coco e chás que ajudam muito na desintoxicação do fígado, principalmente o tipo verde. Não abuse de café e esqueça os refrigerantes.

- Coma alimentos ricos em fibras, alem de dar saciedade, são fontes de vitaminas do complexo B que ajudam no metabolismo energético, ajudam a melhorar o transito intestinal e diminuir o colesterol.

Suco desintoxicante:

Água de coco 1 copo bater com ½ pepino ( diurético) + salsinha ( limpa o sangue) + maçã

Tome pela manhã antes do café da manhã

Não se apegue somente ao ano novo. Todo dia é um novo dia, então comece agora mesmo a cuidar de você! Feliz dia novo!!

 

 

Dicas para aproveitar por mais tempo sua festa, e evitar a ressaca!

Dicas para aproveitar por mais tempo sua festa, e evitar a ressaca!

Fevereiro de 2012

. Evite usar roupas apertadas e de difícil ventilação, dê preferência por roupas leves e de cores claras

. Hidrate-se !!! A bebida alcoólica tem efeito diurético, portanto, entre uma cerveja e outra (ou seja o que for) beba água, sua festa pode durar bem mais e seu corpo agradece. E lembre-se, beba com moderação e não dirija se beber !!

. Alimente-se de forma leve evitando os excessos, comer uma feijoada ( tipica nas festas de carnaval) e sair para pular pode não ser uma boa coisa, por isso aproveite de saladas, legumes, carnes brancas e uma massa, afinal é necessário ter energia para tantas horas

. Não figue longos períodos sem comer, faça lanches pelo caminho, mas lembre-se, todo cuidado é pouco, verifique bem aonde vai fazer suas refeições, veja se a comida esta com cor, cheiro e aspecto de limpo e fresco, veja se o manipulador usa luvas ou qualquer tipo de higiene na hora de preparar as refeições.

. Evite molhos a base de maionese, cremes entre outros, no calor eles se deteriorizam muito rápido.

. Dê preferência por água de coco, sucos e frutas naturais ,são sempre uma fonte refrescante e hidratante.

. Massas, pães, batatas, barras de cereais, tem carboidratos, dão energia e muito gás para pular, portanto não esqueça deles.

. Para curar uma ressaca, nada melhor que muita hidratação, beba água de coco e sucos naturais, alimente-se de forma leve, descanse. Chá verde tem a capacidade de desintoxicar o fígado, então no dia seguinte beba um copo gelado!

Dicas de sucos energéticos e antioxidantes:

Suco de Semente de linhaça, gérmen de trigo, maçã, banana, salsinha, e água. Bata tudo em um liquidificador

Suco de couve, abacaxi e água.

Para evitar a cãimbra : Banana, maracujá, laranja, pêra e água.

Bom carnaval!!

 

 

Consumo de frutas, legumes e verduras no interior gaúcho

Artigo analisa consumo de frutas, legumes e verduras no interior gaúcho

Janeiro de 2012

Pesquisa desenvolvida pela Fiocruz mostrou que a frequência do consumo desses alimentos está aquém do recomendado pela OMS

Em artigo da revista Cadernos de Saúde Pública, da Fiocruz, pesquisadores da Universidade Federal de Pelotas descreveram e analisaram a frequência e os fatores associados ao consumo desses alimentos por adultos, de 20 a 69 anos, moradores da cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul. O estudo conclui que 20,9% da população abordada realiza o consumo regular desses alimentos.
Com a pesquisa, os pesquisadores revelaram que a frequência do consumo desses tipos de alimentos na população adulta de Pelotas está bastante aquém do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). “Políticas públicas dirigidas aos determinantes do consumo de frutas, legumes e verduras são urgentes e necessárias”, defendem os autores. “Isso pode incluir subsídios à produção desses alimentos, ações de incentivo à maior frequência de consumo de frutas, legumes e verduras, bem como a prática de atividade física”.
A OMS recomenda um consumo mínimo de cinco porções diárias de frutas, legumes e verduras, o equivalente a 400g ou mais por dia. Os pesquisadores apontam que a insuficiência no consumo desses alimentos na dieta dos brasileiros em todos os segmentos populacionais, mas fatores sócio-econômicos, como nível educacional, são importantes determinantes na baixa ingestão. Para o estudo, foram feitas perguntas sobre o consumo de verduras, legumes e frutas a 972 moradores de Pelotas. Somente um quinto dos entrevistados relatou consumo regular e essa frequência de consumo foi substancialmente maior nas mulheres (26,9%) do que nos homens (12,9%).
Em relação à cor da pele e ao estado nutricional, não foram observadas diferenças estatisticamente significantes. Já os não sedentários, ex-fumantes e classes A e B apresentaram maior prevalência no consumo desses alimentos. Também observa-se que o aumento da idade e a prática de atividade física no lazer estão positivamente associados à maior frequência de consumo de legumes, frutas e verduras.

ARTIGO AGRONLINE
O consumo de frutas e hortaliças (FH) tem sido estimulado em vários países em função dos benefícios no combate às deficiências de vitaminas e sais minerais e na prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, como doenças cardiovasculares, câncer, diabetes e obesidade. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo inadequado de FH está entre os seis principais fatores de risco para a mortalidade mundial. Se a população mundial tivesse um consumo diário adequado de FH, em torno de 2,7 bilhões de vidas seriam salvas por ano. O consumo de frutas e hortaliças inferior ao recomendado é um problema mundial, inclusive em países ricos e desenvolvidos.
No Brasil, a partir dos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares 2002-2003 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), verificou-se que o consumo médio de FH, considerando-se todas as classes de renda, corresponde a cerca de um terço da quantidade diária recomendada (400 gramas/dia). Verificou-se ainda que quanto menor a renda menor o consumo.
A Embrapa Agroindústria de Alimentos (Rio de Janeiro-RJ), com a participação e o apoio de diversos parceiros como Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Prefeitura do Rio de Janeiro, Instituto Nacional do Câncer (INCA), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Fundação Xuxa Meneghel, Assessoria e Serviços a Projetos em Agricultura Alternativa (AS-PTA), Universidade Federal Fluminense (UFF), Centro Universitário Bennett, SESDC-RJ, ANERJ e CRN-4, conduz um projeto de construção de uma estratégia de intervenção em nível local para promoção do consumo de frutas e hortaliças, visando contribuir para minimizar os riscos à saúde decorrentes do baixo consumo.
O principal objetivo do projeto é desenvolver instrumentos para promoção do consumo de FH com os seguintes públicos-alvo: unidades de educação infantil, escolas, empresas, pontos de venda de FH e famílias assistidas pelo Programa Saúde da Família e Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PSF/PACS) em três comunidades da zona Oeste do município do Rio de Janeiro.

Numa etapa inicial, foi realizado um diagnóstico do consumo e oferta de FH com os segmentos mencionados acima e, a partir dos dados obtidos nesse diagnóstico, foi iniciada uma etapa de intervenção propriamente dita, durante a qual foram conduzidas diferentes ações de incentivo ao consumo.
É importante destacar que a realização de ações que visem estimular o consumo de frutas e hortaliças deve proporcionar ao público alvo a conscientização sobre o papel desses alimentos na promoção da saúde. Porém, ao mesmo tempo, necessita demonstrar que FH são alimentos saborosos e seguros, com diferentes possibilidades de preparo e de consumo e que alimentação saudável e prazer devem, sim, andar de mãos dadas. As ações devem valorizar o caráter sensorial do alimento, assim como o lúdico na transmissão da informação. E, muito importante, devem valorizar o conhecimento, os valores e os interesses do público alvo. Ou seja, as ações devem ter uma base teórica, de fundamentos, mas devem ser construídas a partir das reais necessidades e anseios do público-alvo.

Assim, diferentes atividades foram realizadas, desde cursos de formação básica sobre nutrição, culinária, cultivo e comunicação direcionados para agentes comunitários de saúde, professores, recreadores e merendeiros, até a participação na organização de feiras de saúde nas comunidades, envolvendo os diferentes atores locais. Foi criada uma logomarca a fim de facilitar a comunicação visual do projeto, com o seguinte tema: “Cultivar, cozinhar, consumir: ponha mais frutas, legumes e verduras na sua vida”. Esta logo foi incluída em todos os materiais de informação e divulgação elaborados e distribuídos para o público-alvo, como banners, filipetas sobre frutas, legumes e verduras, incluindo receitas, livretos com dicas de atividades sobre o tema, folder com dicas para alimentação saudável, ímã com passos de higienização de FH, além da compilação de todos os dados obtidos nos diagnósticos, avaliados e organizados na forma de documentos impressos.

Este projeto foi pensado como uma estratégia local, envolvendo diferentes segmentos dentro de cada comunidade, inclusive o da oferta de frutas e hortaliças, a fim de que suas ações se potencializem e se multipliquem. E, quanto maior for o envolvimento dos atores locais, dos multiplicadores, dos tomadores de decisão, maiores serão as possibilidades de que a estratégia atinja os seus objetivos. Mudanças comportamentais e ambientais são essenciais. Transformar hábitos é um desafio. Este projeto é apenas o início de uma ação que deve fazer parte do cotidiano de cada um.

 

Qualidade de Vida

Qualidade de Vida

Dezembro de 2011

Qualidade de vida é um termo amplamente utilizado e atualmente simboliza o objetivo de cada trabalhador brasileiro. Apesar de muito vago (afinal, o que é qualidade de vida para mim pode não significar o mesmo para você) o conceito de qualidade de vida remete principalmente a levar uma vida saudável, sem stress e na plenitude do bem- estar pessoal e profissional. Parece inalcançável nos dias de hoje, quando precisamos conciliar carreira com família e vida social, mas para chegar lá só precisamos de uma coisa: planejamento. Se pararmos para pensar na quantidade de coisas que adiamos por acreditar que “amanhã” é sempre um bom dia para começar, ficaríamos surpresos. A falta de planejamento nos leva a acreditar que atingir objetivos grandiosos é tarefa penosa e quase impossível. Proponho aqui a cada um de vocês, em véspera de fim de ano (quando começamos a repensar em como levamos a nossa vida e o que ficou de aprendizado) iniciar um planejamento rumo a uma melhor qualidade de vida. Considerando a atividade física como fator primordial dentro do nosso amplo conceito de qualidade de vida, partiremos desse ponto. Investir em atividade física regular proporciona benefícios incontáveis, como: aumento da disposição, melhora da função cardiorrespiratória, diminuição de dores na coluna, alívio da tensão muscular, melhora no sono, entre outros. Aproveite a presença da equipe MetaCorpus e conte conosco para iniciar um programa personalizado de atividade física.

Pratique essa idéia e boas festas!

 

Azeites e Margarinas

Azeites e Margarinas

Novembro de 2011

Durante muito tempo pensou-se que a margarina era mais saudável que a manteiga, mas atualmente existem controvérsias sobre este tema. Esse pensamento foi contestado ao verificar-se que a margarina continha uma maior proporção de gorduras trans que a manteiga, produzida na hidrogenação parcial. Vários estudos demonstraram que existe uma relação entre as dietas altas em gorduras trans e as doenças do coração, concluindo-se que a margarina é pior em termos de nutrição que a manteiga.

Atualmente, o processo de produção da margarina já não passa pela fase de hidrogenação na maioria das marcas e, por isso, não contém gorduras trans. Por outro lado, de acordo com a legislação em vigor, a manteiga pode receber apenas sal como aditivo alimentar, enquanto a margarina é um dos produtos alimentícios que mais aditivos recebe, dentre os quais corantes, espessantes, emulsificantes, flavorizantes, acidulantes, umectantes, aromatizantes e estabilizantes, porém também recebe vitaminas e gorduras boas ao organismo, como a ômega 3.Questiona-se se isso realmente é aproveitado pelo nosso corpo como prometem os fabricantes.

A margarina, óleo vegetal hidrogenado e outros alimentos que contenham ácidos graxos trans e óleos parcialmente hidrogenados são particularmente prejudiciais para a função das membranas celulares em nosso corpo. Estas gorduras "não naturais" formam ácidos graxos que interferem com a capacidade do corpo de processar estes ácidos gordos essenciais.

No entanto, consumidas em quantidades moderadas, tanto a margarina quanto a manteiga não elevam o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares .

A American Heart Association recomenda que o consumo de gorduras saturadas diárias sejam menor do que 7% do Valor Energético Total. A manteiga é rica nesse tipo de gordura, sendo permitido o consumo de apenas 1 colher de sobremesa rasa, em uma dieta de 2 mil calorias.

Diferenças entre margarina e manteiga A margarina oriunda da hidrogenação de óleos vegetais é um produto de origem vegetal e em geral é rica em ácidos gordos poli e monoinsaturados. A manteiga é um produto de origem animal, portanto, tem na sua composição predominantemente gorduras saturadas, que, em excesso, são prejudiciais à saúde. Mas devido à indústria da margarina manter em segredo imagens e detalhes químicos do processo de fabricação da margarina, torna-se difícil comprovar todos os elementos que são utilizados na sua fabricação.

Uma boa forma de se utilizar a manteiga é usá-la na forma de manteiga clarificada, pois nesse processo retiram-se alguns produtos nocivos que a manteiga possue.

Melhor óleo no preparo dos alimentos

No preparo dos alimentos, os óleos podem ser utilizados à temperatura ambiente ou aquecidos, sem prejuízo do seu valor nutricional. A grande dúvida ainda é a utilização em frituras. Quanto a isso, o que há de comprovado em estudos é que a medida que se prolonga o tempo de fritura, esses óleos vão perdendo suas frações de gorduras boas e ao mesmo tempo vão ganhando maior concentração de gorduras saturadas e trans.

Quanto ao azeite, nada impede que ele seja utilizado esporadicamente no preparo dos alimentos aquecidos, embora sua maior indicação seja adicioná-lo ao alimento já preparado. Em relação aos óleos vegetais, o azeite tem uma menor resistência à saturação durante o aquecimento por tempo prolongado. Mas ele pode perfeitamente ser aquecido em preparações rápidas.

O azeite como opção

As propriedades nutricionais e terapêuticas do azeite vêm sendo demonstradas em vários trabalhos científicos. Há muitas evidências de que esse tipo de gordura pode ter efeitos benéficos na prevenção cardiovascular e do câncer, principalmente o azeite não refinado ou virgem. Ele é praticamente isento de gordura saturada e contêm, além

da típica gordura monoinsaturada, presente em todos os tipos de azeite, altas concentrações de vitamina E, beta caroteno e polifenóis. Essa associação de compostos parece ser extremamente importante e responsável pela sua atividade antioxidante e antiinflamatória.

Entre os óleos de oliva encontrados nos supermercados, aqueles produzidos pela presa direta ou centrifugação são ditos virgem ou extra virgem e se distinguem pelo seu alto conteúdo de polifenóis (150 a 350mg/kg) em comparação aos azeites refinados, que apesar de também serem fontes de gorduras monoinsaturadas, são pobres em polifenóis. Com todas essas vantagens, cozinhar com o azeite passou a ser sofisticado e saudável.

Outra vantagem é a grande concentração de gordura monoinsaturada – a mais benéfica para o coração – por capturar o excesso de colesterol ruim em circulação no sangue. Se comparado a outros óleos, o azeite ganha disparado na quantidade dessa gordura: ela é responsável por 77% de sua composição contra 24% presentes no óleo de soja, um dos mais utilizados no Brasil.

COMO PREPARAR ALIMENTOS COM MENOS ÓLEO OU GORDURA

Evite as frituras e os alimentos gordurosos. Cozinhe o arroz sem refogar, com água, cebola, alho socado e sal (se sua pressão arterial não estiver alta). Se você não for obeso, pode acrescentar 1 colher das de café de óleo por pessoa, à água do preparo.

Não use óleo ou outra gordura qualquer no feijão. Cozinhe-o com alho, cebola, cheiro verde, louro. Se você não gostar de sentir os temperos em pedaços, pique-os miudinho ou bata-os no liquidificador, antes de juntar ao feijão.

Para variar, experimente cozinhar, dentro do feijão, hortaliças como: chuchu, abóbora madura, abobrinha, folhas de repolho, chicória ou couve. Dão sabor e aumentam o valor nutritivo.

Experimente "refogar" cebola e alho picadinho em um pouco de água, até que fiquem transparentes e macios. Se você deixar a água secar eles irão ficar corados. Junte, então, tomates batidos, orégano ou manjerona e água e terá um molho caprichado e "magrinho".

Você poderá "refogar" os temperos na água em lugar de óleo ou gordura também em outras receitas, como as de carnes cozidas ou ensopados com legumes.

Cozinhe hortaliças como cenoura, chuchu, abobrinha, vagem, abóbora madura, cebola e outras no vapor e tempere-as, ainda quentes, com vinagre ou limão, alho, orégano, salsinha, hortelã picadinha ou outras ervas aromáticas. Regue com um pouquinho de azeite.

Para cozinhar no vapor você pode utilizar uma peneira de alumínio colocada sobre uma panlela com água. Coloque os alimentos sobre a peneira e tampe-a enquanto a água ferver na panela. Além de saudáveis e nutritivas, as hortaliças ficam mais saborosas, assim preparadas.

Cozinhe verduras de folha como couve, chicoria, espinafre, folhas de rabanete ou de nabo, picadas ou rasgadas, direto na panela, com um pouquinho só de água e temperos. Abafe a panela e deixe em fogo baixo até cozinhar. Acrescente um fio de óleo quando a verdura estiver cozida. Você também pode preparar legumes dessa maneira (diretos na panela). Se desejar, pode acrescentar um pouco de margarina cremosa no final do preparo, no lugar do óleo (1 colher das de café, por pessoa).

Hábitos Alimentares

Outubro de 2011

Ter bons hábitos alimentares, cuidar daquilo que ingerimos e não apenas encher a barriga, fazem o nosso dia a dia ficar mais saúdável e equilibrado.

SALADA NO PÃO SÍRIO

Ingredientes - 4 xíc. (chá) de acelga cortada em tirinhas -2 xíc. (chá) de rabanete em rodelas bem finas -8 fatias finas de rosbife magro cozido - 16 col. (sopa) de queijo cottage -4 pães sírios cortados ao meio -4 col. (sopa) de gergelim torrado (para salpicar)

Molho -2 col. (sopa) de salsa picada -3 col. (sopa) de azeite de oliva -2 col. (sobremesa) de vinagre balsâmico (ou limão) -sal a gosto

Modo de fazer Misture a acelga e o rabanete e tempere com o molho. Molho: junte a salsa, o azeite, o vinagre e o sal. Como montar: em cada metade do pão, coloque 1 fatia de rosbife, 2 col.(sopa) de cottage e, por último, a acelga e o rabanete. Salpique com o gergelim.

Rendimento: 4 porções Calorias: 204 cal cada uma

PASTA SALAD COM LEGUMES

Ingredientes -1 cenoura n 1 berinjela -2 abobrinhas italianas pequenas -1 cebola -sal a gosto -2 tomates (sem pele e sem sementes) cortados em cubos -1 prato de rúcula -500 g de penne cozido al dente Pesto de rúcula -2 dentes de alho -2 xíc. (chá) de folhas de rúcula -2 col. (sopa) de castanha-do-pará n sal a gosto -1/2 xíc. (chá) de azeite n 3 col. (sopa) de parmesão light ralado

Modo de fazer Corte a cenoura, a berinjela, as abobrinhas no sentido longitudinal e a cebola em rodelas. Tempere com o sal e grelhe numa grelha ou frigideira antiaderente. Corte os legumes em cubinhos. Pesto de rúcula: no liquidificador, bata o alho, a rúcula, a castanha e o sal. Junte o azeite aos poucos e, depois, o queijo.

Como montar: misture os legumes grelhados, o tomate e a rúcula ao penne. Acrescente o pesto de rúcula e envolva-o bem aos ingredientes.

Rendimento: 4 porções Calorias: 337 cal cada uma Carboidrato: 18 g Proteína: 8 g Gordura: 26 g O que eles têm Rúcula: vitaminas A (boa para os olhos) e C, folato (importante para o sistema nervoso) e fibras. Castanha-do-pará: rica em cálcio e selênio. Você pode trocar por Cenoura: pimentão Berinjela: palmito Abobrinha: brócolis ou couve-flor Penne: fusilli Pesto de rúcula: pesto de manjericão Castanha-do-pará: amêndoa, noz ou pinoli

Salada italiana

Ingredientes ½ xíc. (chá) de tomate-cereja 1 pimentão verde fatiado 1 dente de alho amassado 1 pé de alface romana cortada em tiras largas 1/2 xic. (chá) de erva-doce fresca picada ½ xíc. (chá) de cebola roxa em rodelas 6 azeitonas pretas sem caroços e picadas 4 rabanetes em fatias finas 2 col. (sopa) de azeite de oliva extravirgem Suco fresco de 1 limão 1 pitada de orégano desidratado 1 pitada de sal

Modo de fazer Misture os oito primeiros ingredientes. Tempere com o azeite, o limão, o orégano e o sal. Sirva em seguida. Rendimento: 4 porções

Sopa de abóbora com queijo

• 4 copos (800 ml) de água • 3 xíc. (chá) de abóbora em cubos • 1/2 cebola picada • 1 dente de alho picado • Sal, orégano e salsa picada a gosto • 2 col. (sopa) de queijo branco em cubos Em uma panela, coloque a água, a abóbora, a cebola e o alho e cozinhe por 20 minutos. Bata no liquidificador e volte ao fogo. Acrescente os temperos e ferva por mais 10 minutos. Coloque o queijo e sirva.

Farofa nutritiva

Uma colherada desta farofinha enriquece qualquer uma das nossas opções de sopa com cálcio e ácidos graxos ômega 3 e 6, que têm propriedades antioxidantes. A receita rende bastante e, por isso, pode ser armazenada e usada aos pouquinhos • 4 col. (sopa) de semente de linhaça • 8 col. (sopa) de gergelim branco • 3 col. (sopa) de gérmen de trigo cru Coloque todos os ingredientes em uma frigideira antiaderente e leve ao fogo para tostar rapidamente. Mexa sem parar. Bata no liquidificador até virar uma farofinha. Espere esfriar totalmente e guarde num vidro bem fechado. Polvilhe na sopa.

Coração de gelatina com frutas vermelhas

ingredientes • 200 g de morango • 100 g de framboesa ou amora fresca • 2 envelopes de gelatina diet sabor framboesa • 3 xíc. (chá) de água • folhas de hortelã para decorar modo de fazer Lave os morangos e as framboesas em água corrente e seque-os com toalha de papel. Parta os morangos ao meio. Ferva 2 xíc. (chá) de água, desligue o fogo e dissolva a gelatina. Acrescente 1 xícara (chá) de água fria e misture bem. Em seguida, forre 6 minifôrmas no formato de coração (150 ml) com filme plástico e distribua de maneira uniforme as frutas vermelhas. Por último, despeje a gelatina e leve para gelar por 2 horas. Na hora de servir, desenforme a gelatina e decore com as folhas de hortelã. 40 calorias por porção rendimento: 6 porções tempo de preparo: 10 minutos mais 2 horas para gelar

Shake de gelatina

• 1 pacote de gelatina diet • 1 pote (200 ml) de iogurte natural desnatado • 1 banana pequena Prepare a gelatina e coloque em 4 taças. Quando estiver firme, bata 1 porção com o iogurte e a banana.

Croque monsier light

• 2 fatias de pão integral light • 1/2 tomate picadinho • orégano a gosto • 2 fatias de peito de peru • 2 col. (sopa) de molho branco pronto de caixinha Faça o sanduíche com o peito de peru, tomate e orégano. Sobre o pão, coloque a mussarela e o molho branco. Leve ao forno até o queijo derreter um pouco.

Cottage e azeitona

* 2 fatias de pão de fôrma integral light * 3 azeitonas verdes picadas * 2 col. (sopa) de queijo cottage Misture bem as azeitonas picadas com o queijo cottage. Espalhe nas duas fatias de pão. 159 calorias

Sanduiche Frango e cogumelo

* 1 pão sírio pequeno * 2 col. (sopa) de requeijão light

* 4 col. (sopa) de peito de frango desfiado (60 g) * 1 col. (sopa) de cenoura ralada * 1 pitada de hortelã ou orégano seco * 1 col. (sopa) de cogumelo picado * 1/2 col. (chá) de azeite * 1 pitada de sal Misture o requeijão, o frango, a cenoura, a hortelã ou orégano, o cogumelo e o azeite. Abra o pão e espalhe o recheio. 279 calorias

Batido de iogurte e uva

ingredientes • 1 pacote de gelatina de uva • 2 copos americanos de leite desnatado • 1 col. (sopa) de açúcar light • 4 gotas de adoçante • 1 gema • 1 col. (sopa rasa) de maisena diluída em água • 1 pote de iogurte natural desnatado modo de fazer Prepare a gelatina. Ponha na geladeira para endurecer. Leve ao fogo o leite desnatado, o açúcar light, a gema e a maisena diluída. Mexa até obter um creme. Retire e acrescente o adoçante. Bata no liquidificador a gelatina pronta com o iogurte. Deixe esfriar, distribua em taças o creme e, por cima, o iogurte batido com a gelatina. Enfeite com 1 uva itália. Rendimento: 5 porções. Calorias: 70 cal cada uma.

PEITO DE FRANGO COM LARANJA - .4 PORÇÕES - 294 CALORIAS EM CADA PORÇÃO

2 PEITOS DE FRANGO PEQUENOS, COM OSSO SEM PELE (750 G)

½ COLHER (CHÁ) DE SAL

2 ½ XÍCARAS DE SUCO DE LARANJA (600 ML)

½ COLHER DE SOPA DE MOSTARDA

1 COLHER (CHÁ) DE MOLHO INGLÊS

8 GOTAS DE MOLHO DE PIMENTA

2 TALOS DE SALSÃO COM AS FOLHAS, PICADOS

. PREAQUEÇA O FORNO A 200C (QUENTE )

.TEMPERE O FRANGO COM O SAL E DISPONHA NUMA ASSADEIRA MÉDIA

.NUMA TIGELA PEQUENA, MISTURE OS INGREDIENTES RESTANTES. REGUE O FRANGO COM ESSA MISTURA

.CUBRA COM PAPEL-ALUMÍNIO E LEVE AO FORNO PREAQUECIDO POR CERCA DE 20 MINUTOS.RETIRE O PAPEL E MANTENHA O FRANGO NO FORNO, REGANDO DE VEZ EM QUANDO COM O MOLHO, ATÉ FICAR LIGEIRAMENTE DOURADO.TRANSFIRA PARA UMA TRAVESSA E SIRVA A SEGUIR.

PACOTINHO DE LEGUMES - .4 PORÇÕES - .118 CALORIAS EM CADA PORÇÃO

2 CENOURAS MÉDIAS (240 G)

2 MANDIOQUINHAS (BATATAS-BAROAS) PEQUENAS

2 ALHOS- PORÓS MÉDIOS, SOMENTE COM A PARTE BRANCA(140G ), CORTADOS EM RODELAS

1 COLHER (SOPA) DE SUCO DE LIMÃO

1 COLHER (SOPA) DE MOSTADA EM GRÃOS

½ COLHER (CHÁ) DE SAL

1 COLHER (CHÁ) DE ÓLEO (PARA UNTAR)

PREAQUEÇA O FORNO QUENTE

.DESCASQUE AS CENOURA E AS MANDIOQUINHAS, LAVE-AS EM ÁGUA CORRENTE E CORTE EM RODELAS DE 1 CM.COLOQUE NUMA TIGELA COM OS INGREDIENTES RESTANTES. MISTURE BEM.

RECORTE QUATRO QUADRADOS DE PAPEL MANTEIGA DE 30 CM E PINCELE-OS LEVEMENTE COM O ÓLEO

.DISTRIBUA OS LEGUMES ENTRE ELES E FORME PACOTINHOS.TORÇA BEM AS PONTAS DO PAPEL-MANTEIGA PARA O VAPOR NÃO ESCAPAR

.COLOQUE NUMA ASSADEIRA E LEVE AO FORNO PREAQUECIDO POR CERCA DE 50 MINUTOS-SIRVA NOS PACOTINHOS

SALADA DE MORANGO - 4 PORÇÕES - 100 CALORIAS

2 XÍCARAS DE MORANGO CORTADO EM FATIAS (360G)OU MAÇÃS VERDES

2 COLHERES (SOPA) DE MANJERICÃO PICADO

2 COLHERES(SOPA) DE VINAGRE

½ COLHER (CHÁ) DE AÇÚCAR

1 COLHER (CHÁ) DE AZEITE DE OLIVA

1 COLHER (CHÁ) DE ÁGUA

4 XÍCARAS DE ALFACE MISTA (160 G)

¼ DE XÍCARA DE QUEIJO -DE -MINAS LIGHT, ESMIGALHADO (50G)

- NUMA TIGELA MÉDIA, MISTURE BEM O MORANGO , O MANGERICÃO, O VINAGRE E O AÇUCAR. CUBRA E GELADEIRA POR 01 HORA.E$SCORRA E RESERVE O SUCO NUM JARRO COM BOCA LARGA. JUNTE O AZEITE E A ÁGUA , TAMPE E AGITE BEM.

 

Programa Actividade avalia os hábitos dos colaboradores da Actelion

Na primeira fase do Actividade foi realizada uma avaliação com todos os funcionários e colaboradores para apurar os seus hábitos de alimentação, estilo de vida e, consequentemente, ter uma amostra de como os mesmos investem na sua saúde.
A avaliação, realizada pela nutricionista Viviane Mallet Fernandes, foi um sucesso em adesão, tendo 99% de participação entre os funcionários. Nela, foram constatadas deficiências claras como: o baixo consumo de frutas, legumes e verduras, além da pouca regularidade na prática de atividades físicas.
Segundo Viviane, muitas pessoas não têm o hábito de ingerir frutas diariamente. Uma prática saudável seria aumentar essa frequência, visto que as frutas são fontes de vitaminas e minerais imprescindíveis ao bom funcionamento do nosso organismo.
Com relação ao consumo de legumes e verduras, foi constatado que a maioria das pessoas avaliadas consome algum tipo de verdura ou legume somente em uma refeição no dia, não tendo o costume de diversificar esses alimentos. De acordo com a nutricionista, os legumes e verduras também são fontes importantes de vitaminas e minerais, mas precisam ser consumidos em variedades, pois cada alimento apresenta um tipo diferente de nutriente. Isso pode ser identificado pelas diferentes colorações desses alimentos, por isso a importância de se ter um prato colorido.
Um outro hábito nada saudável apontado na avaliação foi com relação ao café da manhã. Muitas pessoas relataram que só fazem a primeira refeição do dia quando chegam ao trabalho, sendo que o ideal é comer alguma coisa antes de sair de casa, pois o metabolismo já precisa ser estimulado nas primeiras horas do dia. Como a maioria alegou sair para o trabalho muito cedo e não ter tempo para tomar o café da manhã ainda em casa, a nutricionista sugeriu que elas começassem o dia comendo ao menos uma fruta antes de sair.
Foram observados também alguns problemas sérios de alergia respiratória em algumas pessoas. As mesmas foram orientadas a diminuir ou mesmo retirar o consumo do leite, que é o principal vilão para esse sintoma.
A nutricionista acredita que esse está sendo um importante momento para que os funcionários se conscientizem sobre os maus hábitos nutricionais e passem a assumir uma nova conduta em prol da qualidade de vida. Para isso, é importante que eles sigam as recomendações e passem a fazer uma atividade física regular. Para Viviane, as próximas consultas serão importantíssimas para avaliar os resultados. Segundo ela, só assim será possível ver se eles seguiram as orientações corretamente.

Quinoa

Artigo Quinoa

Setembro de 2011

Resumo: Este trabalho apresenta a elaboração de um pão feito a partir de farinha de quinoa real, este cereal pouco difundido no Brasil tem características que o torna único. A quinoa é riquíssima em proteínas e é considerado o "alimento perfeito" pela Organização das Nações Unidas.

A quinoa, também chamada de "arroz dos Incas", é originária da América do Sul. Era dos alimentos de sobrevivência mais utilizados, devido à sua riqueza nutricional, sobretudo a nível protéico.Pode ser usada em sopas, bolachas, purés, sobremesas, ou como acompanhamento de pratos de legumes. Neste caso, prepara-se de forma identica à do arroz.

A quinoa era cultivada no Império Inca e o seu uso remonta a mais de 5000 anos atrás. O seu cultivo fazia-se desde o Peru até à maior parte da Bolívia, Equador, Chile e Argentina. Era um alimento tão precioso que, em festas religiosas, era oferecido ao Deus Sol.É um pequenino grão arredondado, cor de areia, de textura leve e macia, e com gosto de nozes. À semelhança da maioria dos cereais, a quinoa tem como principal nutriente os hidratos de carbono - cerca de 72 %, maioritariamente na forma de amido. Contém ainda cerca de 18 % de proteínas, um valor superior ao encontrado na maioria dos cereais tradicionais. Para além do maior teor em proteínas, o seu grande interesse nutricional reside na composição em aminoácidos essenciais, especialmente a lisina. A quinoa tem quantidades notáveis de lisina e de metionina, os dois aminoácidos mais deficientes entre as proteínas vegetais. A quantidade de lisina na quinoa é o dobro da encontrada na aveia, o triplo da do milho, e tem cinco vezes mais que o trigo . Para além disso, o aproveitamento destes aminoácidos pelo organismo é muito elevado.

FONTE: *Alunos de Graduação do Curso de Gastronomia das Faculdades Integradas da Associação de Ensino de Santa Catarina.

Formado em Ciências Contábeis pela Universidade do Vale Itajaí - Biguaçú em 1995

Formado em Chefe Internacional pela Universidade do Vale do Itajaí - Balneário Camboriú em 2006. Sendo atualmente docente das Faculdades integradas FASSESC

Contém muito pouco glúten (proteína existente em cereais como o trigo, centeio, cevada e milho), por isso é indicado para doentes celíacos (pessoas que têm intolerância ao glúten e não podem comer aqueles cereais). A quinoa é relativamente pobre em gordura (cerca de 10%) e mais rica em certos minerais, como o ferro (9,5 mg/100 g de quinoa), o fósforo (286 mg/100 g de quinoa) e o cálcio (112 mg/100 g).

Qualidades Alimentares

Rico em proteínas (16 a 18% e até 22% em certas variedades), a quinoa é muito equilibrado em amino-ácidos essenciais e pode-se quase considerar como uma proteína completa. É particularmente rico em lisina (muito útil para os vegetarianos), em arginina e histidina, duas substâncias essenciais para os bebés. • Em relação ao trigo, o quinoa contém mais 50% de cálcio, 50% de magnésio, 3 vezes mais ferro, 2 vezes mais zinco. Estas percentagens elevadas fazem do quinoa um alimento completo muito recomendado e em particular para as pessoas que não consomem lacticínios.

Leve, de digestão muito fácil, é uma boa fonte de fibras, minerais e vitaminas (B1, B6, C e E) e mesmo de óleos (ácido linoleico e linolénico) o que o torna numa boa fonte de vitamina F. A quinoa não contém glúten proveniente em particular do trigo. • A quinoa tonifica os rins e as funções do pericárdio. Reforça todo o corpo.

TABELA NUTRICIONAL (100 Grs. de produto)Aminoácidos (AA): Perfil de AA: %AA/100gr de proteínas):


*Aminoácidos Essenciais

VITAMINA PERFIL EM 100gr:

  • Vitamina B1 - 30mg
  • Vitamina B2 - 28mg
  • Vitamina B3 - 7mg
  • Vitamina C - 3mg
  • Vitamina E - 4,1mg


Comparativo com outros alimentos:

As proteínas de que o corpo precisa são compostas de 20 aminoácidos diferentes. Você pode fazer alguns deles a partir de outros aminoácidos, mas existem aminoácidos que não podem ser fabricados pelo corpo e que devem fazer parte da sua dieta. Estes são chamados aminoácidos essenciais.A QUINUA REAL, com 23% de proteínas, possui um balanço de aminoácidos excepcionalmente atrativo para a nutrição humana devido aos seus altos níveis de lisina e metionina. Conta com 20 aminoácidos, dos quais os 10 essenciais (Histidina Isoleucina,, Leucina, Lisina, Metionina, Fenilalanina, Treonina, Triptofano,Valina e Arginina).

De acordo com os resultados de algumas experiências, demonstrou-se que estas proteínas são mais favoráveis ao crescimento que as contidas no leite.O valor mais alto (95) corresponde ao do ovo, o que significa que a cada 100g de proteínas ingeridas, 95 são assimilados.

Para a QUINUA REAL o índice de 75 é considerado alto se comparamos com a carne (60), o Leite (72), Trigo (60) e o Milho (44). Na QUINUA REAL, encontramos principalmente vitaminas A, B6, B1 e, em menores quantidades, as vitaminas E e C. Rica em certos minerais, como o ferro (9,5 mg/100 g de Quinua), fósforo (286 mg/100 g de Quinua) e Cálcio (112 mg/100 g). No que diz respeito aos glucídios (hidratos de carbono), estes apresentam um valor entre 67% a 74%, essencialmente na forma de amido. Estes valores fazem da QUINUA REAL um alimento que oferece uma elevada (347 Kcal por 100g) reserva energética.

A contribuição de proteína para o conteúdo de energia total da QUINUA REAL é 23%; 20% é de gordura e os restantes são de carboidratos. Sua qualidade nutricional é melhor que a da soja, com sais minerais e aminoácidos balanceados. Apesar de altamente protéicos, os grãos não possuem o glúten, proteína encontrada no trigo que impede muita gente alérgica de comer pão, macarrão ou biscoito. A OMS (Organização Mundial de Saúde) considera a QUINUA REAL como alimento único por seu altíssimo valor nutricional. "Se tivesse que escolher um alimento para sobreviver escolheria a QUINUA" Duane Johnson, Universidade do Colorado.

 

Leve, de digestão muito fácil, é uma boa fonte de fibras, minerais e vitaminas (B1, B6, C e E) e mesmo de óleos (ácido linoleico e linolénico) o que o torna numa boa fonte de vitamina F. A quinoa não contém glúten proveniente em particular do trigo. • A quinoa tonifica os rins e as funções do pericárdio. Reforça todo o corpo.

Leite

Alergias associadas ao leite

Agosto de 2011

As alergias estão relacionadas a uma predisposição genética e a um contato inicial com o agente alérgeno. Os nutricionistas dizem que esse contato geralmente ocorre na infância em razão da imaturidade do sistema imunológico e da flora intestinal. O organismo identifica parte do alimento como substância ameaçadora, que precisa ser eliminada por meio dos mecanismos de defesa. Fora isso, podemos ir mais além, existe o que chamamos de programação metabólica, que em suma significa que as últimas 3 gerações influenciarão no que somos hoje em relação ao comportamento alimentar, ou seja, o que sua avó comeu durante a gestação dela, interfere em como seus nutrientes vão se comportar, dando ou não pré disposições para determinadas enfermidades e/ou intercorrências ao longo de sua vida.

O leite é a causa mais comum de reações alérgicas em crianças pequenas e em adultos. Segundo os médicos, 90% das crianças conseguem superar essa alergia até os três anos. Geralmente nos tornamos alérgicos ao ou aos alimentos que mais consumimos e gostamos, justamente porque, se satura o organismo devido ao excesso de oferta de uma determinada substância.

O médico Dan Waitzberg, professor da Faculdade de Medicina da USP-SP e diretor do Ganep (Grupo de Nutrição Humana), afirma que é importante não confundir a alergia à proteína do leite com outros tipos de alergia causados por mecanismos não-imunológicos, por exemplo, a intolerância à lactose por deficiência da enzima lactase.

ALERGIA A PROTEÍNA DO LEITE

A alergia às proteínas envolve princípios completamente diferentes da intolerância à lactose. Não existe alergia à lactose, pois, sendo um açúcar, a lactose não apresenta alergenicidade. Diversas proteínas podem causar alergia, incluindo as do leite, do ovo, do trigo e do amendoim, dentre outras. Entretanto as proteínas do leite e as do ovo são as que causam maiores problemas às crianças de pouca idade e aos adultos e muitos desses adultos com problemas de dificuldade de digestão e com hábitos alimentares errados.

Nas proteínas do leite existem mais de 30 sítios alergênicos, que podem causar problemas. O que ocorre na alergia é a produção de grandes quantidades de imunoglobulinas contra os sítios alergênicos, causando reações as mais diversas.

INTOLERÂNCIA A LACTOSE

A intolerância à lactose ocorre devido à inabilidade para digerir quantidades significativas do açúcar do leite, a lactose. Esta inabilidade resulta da falta de quantidade suficiente de uma enzima (lactase) na ponta das vilosidades do intestino (dobras internas do intestino). Este problema ocorre com cerca de 25% dos brasileiros.

Nestes casos, as pessoas não podem consumir a lactose, pois ela não é hidrolisada pela enzima lactase chegando-se à glicose e à galactose (seus constituintes). Em conseqüência não consegue atravessar a parede intestinal para ir para a corrente sangüínea, e quando atravessam sem serem digeridas completamente, gera um grande problema de hipermeabilidade intestinal, ou seja, as células do intestino que funcionam como uma “rede” de proteção, se “alarga” permitindo uma troca indesejável de toxinas e grandes moléculas para a corrente sanguínea e um aumento de bactérias ruins no intestino. Isso tudo contribui para uma péssima nutrição, visto que é no intestino que absorvemos o que ingerimos. Podemos chegar a conclusão de que não somos o que comemos e sim o que absorvemos, o que é bem diferente.

SINTOMAS E DIAGNÓSTICO

Diagnosticar alergia às proteínas dos alimentos requer muitas análises por parte dos médicos e nutricionistas. A alergia pode ocorrer em mais de um alimento e os sintomas são os mais diversos. Isto torna difícil distinguir se os sintomas são devidos à alergia ao alimento ou a outros problemas.

Geralmente, mais de um sistema do corpo estão envolvidos nas reações alérgicas. Os sintomas gastrointestinais são os mais comuns. Como pode ser observado, as reações realmente são muito diversas, dependendo de cada caso. Os sintomas da alergia podem surgir imediatamente ou até várias horas ou dias após a ingestão do alimento.

Tipo 1 – Os sintomas iniciam dentro de 45 minutos da ingestão de pequenas quantidades do alimento, causando principalmente problemas na pele, eczema e urticária. Pode também apresentar problemas respiratórios (nariz escorrendo, chiado etc.) ou gastrointestinais (vômito e diarréia). Estas crianças normalmente têm concentração de IgE elevada.

Tipo 2 – Os sintomas iniciam diversas horas após a ingestão, Apresentando, principalmente, sintomas de vômito e diarréia.

Tipo 3 – Os sintomas aparecem depois de 20 horas, ou até mesmo dias, após a ingestão, incluindo diarréia, com ou sem reações respiratórias ou na pele.

Os sintomas mais comuns da intolerância à lactose são náusea, dores abdominais, diarréia ácida e abundante, gases e desconforto. A severidade dos sintomas depende da quantidade ingerida e da quantidade de lactose que cada pessoa pode tolerar. Apesar de os problemas não serem perigosos, eles podem ser bastante desconfortáveis.

Os sintomas da alergia ao leite são vários, entre os quais, a diarréia crônica, que resulta em alterações intestinais, vômitos e retardo do crescimento. Podem ocorrer também colite e sangramento, além de problemas na pele e respiratórios.

 

Hidratação

Julho de 2011

A água é absolutamente essencial para a vida.

Apesar de podermos sobreviver sem alimentos por diversos dias, não conseguimos o mesmo sem líquidos.

O corpo humano é composto por aproximadamente 50-70% de água, isto depende da composição corporal e da idade. Quando a perda de líquidos chega a apenas 3-4% da água corpórea afeta de formas diversas o organismo, tonteira, vista turva, fraqueza entre outros sintomas. Perdas maiores levam a morte. Pele ressecada, olhos secos, dores de cabeça, infecções urinárias também são alguns sintomas da pouca hidratação.

Em condições normais a perda de líquidos chega a 2500ml/ dia, a maior parte é perdida pela urina, mas em condições especiais, esta perda pode chegar até 5lt / dia.

A sede não é um bom indicativo de desidratação, deve ser dado ao organismo líquido suficiente antes dele ter que pedir. Portanto a ingestão de líquidos deve ser feita antes, durante e após as atividades, e ao longo do dia se você estiver no seu escritório. Um método simples para avaliar se seu consumo de líquidos esta adequado é pela coloração da urina que deve ser amarela clara ( veja a tabela).

Tabela de Hidratação

Durante os dias quentes, a atenção deve ser redobrada pois o corpo perde mais calor através da transpiração.

Portanto além da água, sucos de frutas, água de coco e bebidas isotônicas são opções para repor as reservas hídricas do organismo, assim como ajudam a repor os sais minerais e eletrólitos perdidos na transpiração excessiva, caso faça atividades física. Mesmo no ar condicionado você pode desidratar e nem perceber. Lembre-se que bebidas alcoolicas, ao invés de hidratar fazem exatamente o contrário.

Durante os exercícios a diminuição do peso corpóreo não significa perda de gordura, e sim que seu corpo está precisando de mais líquidos.

Procure ingerir liquidos ao longo do dia, pelo menos 2 lts , tente tomar 1 copo a cada hora ao invés de tomar tudo de uma só vez.

Não espere pela sede, Hidrate-se!!

Tabela de Hidratação

Procure observar a cor e o cheiro da sua urina, quanto mais forte , menor a sua ingestão de líquidos e maior a concentração de uréia.

 

Alimentação no Inverno

Junho de 2011

Como todos sabem , o inverno é aquela época do ano em que ficar deitado assistindo um filme, com uma caneca de leite quente com um pote de pipocas pode ser o manjar dos Deuses OU então aquele delicioso fundue com vinho...dá uma fome né?

Mas cuidado, os excessos da estação comprometem a saúde e a silueta de todos!

O inverno pode ser usado á seu favor na hora de diminuir uns quilinhos, para manter a temperatura do corpo, ele trabalha mais, queima mais combustível e assim fica mais fácil ver os dígitos da balança caírem.

Cuidado com os alimentos mais calóricos da época, como vinhos, massas com molhos especiais, fundue, doces...Tente na medida do possível escolher opções menos calóricas, ou se isso for inevitável, coma em menor quantidade.

Alguns alimentos podem piorar a alergias e secreções respiratórias, como leite e derivados, por isso evite eles ao máximo!

Aproveite ao máximo algumas delícias da estação como: sopas de legumes, caldos de carne magros, creme de legumes, frutas assadas, aproveite também para experimentar temperos mais fortes como páprika, curry e molhos mais apimentados...eles são substâncias anticancerígenas e de um sabor especial.

Não se esqueçam que por estar mais fresquinho, as vezes a hidratação fica comprometida e as infecções urinárias são mais comum nessa época.

 

Receitas do café da manhã de lançamento

Junho de 2011

Pasta Versátil de Ricota

Ingredientes:

200gr. de Ricota

100gr. de Mussarela Ralada

50ml de Água Quente

1 colher (sopa) de Creme de Leite Light

50gr. de Tomates Secos picadinhos

20gr. de Azeitonas pretas picadas

1 colher (sopa) de cebola picada

Azeite Virgem, sal e pimenta-do-reino à gosto

1/2 xícara de folhas de rúcula picadas

 

Modo de preparar:

Bata no liquidificador(ou mixer) a ricota com água quente até obter um creme liso e homogêneo.Despeje num bowl, acrescente os tomates secos,as azeitonas e a rúcula.Agregue o azeite aos poucos,até o ponto desejado,tempere com sal e pimenta e empregue:

Sugestões de uso:

-Como recheio para sanduíches

-Como entrada: acompanhada com torradas ou biscoitos integrais

-Canapés de abobrinhas: grelhe rodelas de abobrinhas,de ambos os lados, em um pouco de azeite e coloque uma porção da pasta sobre cada uma,finalizando com uma fatia de azeitona e salsinha.

-Canapés de berinjelas: corte fatias finas de berinjela,no sentido do comprimento,e grelhe em um pouco de azeite.Recheie com uma pequena porção da pasta e prenda com um palito.Sirva frio.Pode ser servido  como prato quente ,em refeições: Arrume os rolinhos num refratário e cubra  com molho de tomates,manjericão e mussarella ralada.Leve ao forno pré-aquecido por 15 minutos.

- Pizza Light: prepare a pasta esfarelando a ricota e misturando aos demais ingredientes,dispensando o uso da água,do azeite e do creme de leite.Pincele uma fatia de pão árabe integral com molho de tomate,espalhe a mistura sobre ela,regue com  o azeite e polvilhe com orégano e manjericão.Leve ao forno pré-aquecido por 10 minutos.

Rendimento: 4 porções

 

Salada Mix de Folhas com peito de Frango e Abacate ao Vinagrete de Manga e Linhaça

Ingredientes:

1/2 Alface Americana

1/2 Alface Roxa

1/2 Alface Lisa

500gr. de Peito de Frango cozido cortado em tiras finas (Juliene)

1 xícara de Abacate (bem firme) cortado em cubos

2 colheres (sopa) de Pimentão Vermelho picado.

2 colheres (sopa) de Pimentão Verde picado.

2 colheres (sopa) de Pimentão Amarelo picado.

1 colher (sopa) de cebola picada bem fininha

1 xícara de Azeite Extra-Virgem

1/2 xícara de vinagre de maçã

1/4 xícara de água

1 xícara de manga (não muito madura) cortada em cubos

1 colher (sopa) de sementes de linhaça

1/2 xícara de talos de aipo picadinhos

Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparar: Arrume as folhas numa saladeira,com o peito de frango e o abacate e salpique com  as sementes de linhaça.

Vinagrette: misture bem os ingredientes e sirva à parte.

Rendimento: 4 porções.

 

Fusili ao Pesto de Nozes e Manjericão com Tomates Cereja

Ingredientes:

250g de macarrão tipo fusili cozido “al dente”

1 xícara de tomates cereja cortado em cubos

Pesto: 1 xícara de azeite virgem

1/2 xícara de folhas de manjericão(reserve ¼ inteiras, para finalizar o prato)

6 dentes de alho inteiros,sem casca

1/2 xícara de nozes picadas

Modo de preparar: Bater no liquidificador ou mixer,o azeite,o alho e as folhas de manjericão. Acrescente as nozes picadas,tempere com sal e pimenta e reserve por 15 minutos. Despeje o pesto sobre a massa numa travessa,mexendo para incorporar bem o molho. Enfeite com os tomates e as folhas de manjericão e sirva frio.

Obs: Este prato também pode ser servido quente,é só levar ao forno com queijo parmesão ralado por cima.Neste caso,decore com as folhinhas de manjericão após esquentar, para que elas não murchem e escureçam.

Rendimento: 3 porções

 

Salada de Grão de Bico com Atum, Kani e Alcaparras.

Ingredientes:

250g de Grão-de-Bico

1 lata de atum

5 bastões de kani

2 colheres(sopa) de cebola picada

1/2 xícara de aipo picado

1/2 xícara de cenoura ralada

1 colher(sopa) de alcaparras

1 colher(chá) de curry

1 xícara de maionese light / Sal e pimenta à gosto

Modo de preparar: Deixe o grão de bico de molho por duas horas,cozinhe na mesma água por 25 minutos e deixe esfriar. Coloque os grãos numa bacia com água e solte as cascas,retirando-as com uma escumadeira ,escorra e  despeje numa saladeira funda.Acrescente os demais ingredientes e sirva.

Rendimento: 6 porções

 

Sopa Fria de Cebola com Aipo e Laranja.

Ingredientes:

4 cenouras médias descascadas e cozidas(reserve a água) em 2l de água

250ml de suco de laranja

1 xícara de talos de aipo picados.

Modo de preparar: Bater no liquidificador a cenoura cozida,depois de fria, com a água de seu cozimento,acrescentar os talos de salsão e tornar a bater.Passar na peneira e acrescentar o suco de laranja.temperar com sal e pimenta e servir.

Rendimento: 8 porções.

 

Kibe de Abóbora

Ingredientes:

500g de trigo para kibe

1 litro de caldo de legumes

1kg de abóbora cortada em cubos

2 colheres(sopa) de manteiga

2 colheres(sopa) de cebola picada

1 xícara de folhas de hortelã picadas

1 cebola grande ralada

4 dentes de alho amassados

1 colher (sopa) de zathar(tempero árabe)

1 colher(sopa) de tempero sírio

Azeite Extra-Virgem à gosto

2 colheres(sopa) de suco de limão

Sementes de Gergelim para finalizar

Modo de preparar: Numa panela grande, aqueça a manteiga e refogue a cebola picada,acrescente a abóbora e cozinhe em fogo baixo,acrescentando caldo de legumes, se necessário(não deve ter muito caldo ao final do cozimento)até que esteja se desmanchando.Amasse com o garfo e reserve.

Numa travessa grande,escalde o trigo de kibe com o caldo fervendo e reserve por 30 minutos,para inchar bem.Acrecente os demais ingredientese amasse bem até uniformizar a massa.Tempere com sal e pimenta à gosto.Unte um refratário com bastante azeite,espalhe a massa,alisando com as mãos,espalhe as sementes de gergelim por cima e regue com bastante azeite.Leve ao forno pré-aquecido(200°) e asse por 30 minutos,aproximadamente.

Sopa creme de abobrinha

Pode acrescentar pedaço de músculo, frango ou ovo nas sopas.

1 col de sopa de manteiga

100g de alho póro em fatias

500g de abobrinhas cortadas em pedaços

1 xíc de agrião apertado na xíc

caldo de legumes 2 xíc

tomate sem semente

½ xíc de creme de leite light ou de soja

sal

 

Refogue o alho poró e a abobrinha, junte o agrião e o caldo de legumes e tempere. Tampe e deixe ferver por 7 min. Deixe esfriar e bata no liquidificador. Coloque no prato e distribua as torradinhas e o tomate em cubos.

 

Sopa de abóbora

¼ de manteiga, gengibre ralado

1 cebola grande cortada em rodelas

800g de abóbora sem casca e sem sementes, cortadas em bastões

¾ de creme de leite light

1 gema

2 lts de caldo de galinha

sal e pimenta à gosto

Numa panela derreta a manteiga sobre fogo médio e refogue a cebola até murchar. Adicione a abóbora e tempere. Cozinhe em fogo baixo por alguns minutos. Acrescente o caldo quente. Cozinhe por 20-30 min em fogo baixo. Passe pelo liquidificador e leve ao fogo novamente. Retire do fogo e adicione ao caldo a gema misturada com o creme de leite.

 

Sopa chinesa

2 xíc de repolho em tirinhas

1 xíc de ervilha

1 xíc de pimentão picado- amarelo e vermelho

1 xíc de broto de feijão

½ xíc de cenoura em palitos

cebolinha verde fatiada

óleo de gergilim

2 col de sopa de maisena

½ col de semente de erva –doce

pimenta

3 xíc e ½ de caldo de galinha sem gordura

Refogue o repolho, a ervilha , o pimentão, o broto, a cenoura ,a cebolinha e óleo de gergilim , até os legumes ficarem macios. Misture a maisena, a erva-doce e a pimenta junte com os legumes e deixe cozinhar até a sopa engrossar.

 

Sopa creme de cenoura

3 xíc de cenoura fatiada

1 xíc de caldo de galinha sem gordura

½ xíc de cebola picada

2 col de sopa de farinha de trigo

1 pitada de pimenta do reino branca

1 xíc de leite desnatado

Coloque metade da xíc de caldo , junto com a cenoura e a cebola para cozinhar até ficar macio. Bata no liquidificador até formar um purê. Em outro recipiente, acrescente a farinha ao restante do caldo e a pimenta, misture bem. Acrescente esta mistura ao purê e cozinhe, acrescente o leite aos poucos. Cozinhe até ficar bem quente. Sirva com croutons.

Uma boa alimentação para viver melhor

Uma boa alimentação para viver melhor

Escrito por Nome em 10 de maio 2011.

  • Tente fazer a sua alimentação a mais natural e orgânica possível.
  • Priorize os alimentos integrais, frutas com casca, legumes e folhosos.
  • Evite a pele das carnes brancas e prefira os peixes magros.
  • No caso das carnes vermelhas, priorize também as magras e sem gordura visível.
  • Evite ingerir em excesso alimentos “diet”. Eles podem ser nocivos à saúde.
  • Procure mastigar devagar e evitar líquidos durante as refeições.
  • Ao comer fora, procure fazer um prato inicial de salada.
  • Substitua os petiscos por peito de peru defumado, blanquet de peru, queijo minas etc.
  • Coma massas com molho de tomate e ervas.
  • Respeite os horários das refeições, que devem ser realizadas de 4 em 4 horas.
  • Substitua o açúcar pelo adoçante artificial.
  • Prefira feijão feito com temperos naturais.
  • O consumo de leite e derivados deve ser moderado, principalmente pela gordura saturada que contem estes alimentos.
  • Ao temperar a salada, prefira azeite extra virgem ou óleo de linhaça, de macadâmia ou de semente de uva.
  • Prefira alimentos cozidos, assados, grelhados ou refogados com o mínimo de óleo possível.
  • Escolha frutas de sobremesa em vez de doces.
  • Se for ingerir chocolate, prefira o amargo 70% cacau.
  • Evite café puro em excesso, prefira chás de erva.
  • Não tome chás com um grande número de ervas, exemplo: 30 ervas.

O que deve ser evitados:

  • Alimentos ricos em gorduras trans: margarinas, bolachas, bombons, pães, sorvetes.
  • Alimentos ricos em gorduras saturadas: carnes vermelhas, a manteiga, o leite e seus derivados.
  • Alimentos ricos em carboidratos refinados: açúcar, massas e pães feitos com farinha branca.

Lembre-se que nenhuma alimentação é totalmente efetiva na prevenção de doenças quando não está aliada a uma vida ativa, incluindo a prática de esportes.

Um bom sono para ficar mais ativo

Um bom sono para ficar mais ativo

Escrito por Nome em 10 de maio 2011.

  • Não ingira alimentos pesados e que dificultem a digestão ao jantar.
  • Não se deite logo após a refeição noturna.
  • Evite consumir bebidas estimulantes como o chá preto, café ou refrigerantes.
  • Tome um banho morno para relaxar.
  • Dormir com a TV ligada impede que chegue a fase do sono profundo.
  • Não fume cerca de 2 horas antes de se deitar. Ao contrário que muitos pensam, o tabaco é estimulante.
  • Adapte colchões confortáveis e não leve trabalho para a cama.
  • Faça de seu ambiente de sono um lugar realmente bom. Sem ruídos durante a noite.
  • Evite soníferos de controle de venda nas farmácias.
  • Evite exercícios físicos nas horas próximas de ir para cama.
  • Estabeleça horários regulares para dormir e acordar.
  • Controlar as horas no relógio ao se deitar também é ruim, pois aumenta a ansiedade.
  • Use colchão e travesseiro de boa qualidade e adequado ao seu peso e tamanho.

As posições ideais para dormir:

  • A melhor postura: dormir de lado, mas, deve-se colocar um travesseiro que preencha o espaço entre o ombro e a cabeça. Também recomendável abraçar um travesseiro e colocar uma almofadinha entre os joelhos.
  • A posição aceitável: de barriga pra cima, mas recomenda-se um travesseiro não muito alto e deve-se colocar um apoio (almofada) abaixo dos joelhos, o que ajudará a manter a coluna reta.
  • A posição não-recomendável: de bruços, diz-se que nessa posição não há como evitar uma lesão na coluna cervical, que pode criar contraturas no pescoço dificultando o relaxamento e o sono profundo.
O lazer é sempre uma boa opção

O lazer é sempre uma boa opção

Escrito por Nome em 10 de maio 2011.

  • Planeje algum tempo para hobby e recreação.
  • Planeje uma ou mais férias por ano e não trabalhe nelas.
  • Procure ir sempre ao cinema, ler um livro, visitar um museu ou dar um passeio.
  • Evite aquele tipo de lazer que não vai fazer você se sentir tão bem.
  • Procure sempre socializar-se e ter bons relacionamentos.
  • Faça atividades que você gosta como assistir um filme, jogar videogame, mas cuidado para não ficar demais em casa.
  • Procure variar suas atividades de lazer. Fazer sempre a mesma coisa pode acabar ocasionando estresse.
  • A atividade física como lazer não deve ser extenuante. Para causar prazer, ela deve relaxar o corpo e a mente e não deixá-lo com dores musculares.
  • Atividades ao ar livre em contato com a natureza ajudam a sair da rotina e são eficazes para que a pessoa se distraia e esqueça os problemas.
  • Procure cercar-se das pessoas de quem você realmente gosta, organize junto a elas aquele churrasco, aquela pizza, uma ida ao cinema ou mesmo excursões em grupo.
  • Tenha uma vida fora do trabalho. Se você se junta apenas com pessoas do trabalho é mais fácil surgir assuntos que vão te estressar ao invés de se distrair.
A ginastica laboral deixa o dia-a-dia mais leve

A ginástica laboral deixa o dia-a-dia mais leve

Escrito por Nome em 10 de maio 2011.

  • Procure beber pelo menos 500 ml de água de manhã e mais 500 ml de tarde.
  • Respire: tome consciência da sua respiração o dia inteiro.
  • Cuide da sua postura e faça parada de 15 minutos para exercícios simples.
  • Dê espreguiçadas e tente alongar a maior parte do seu corpo, usando braços, costas, pernas e pescoço.
  • Faça o alongamento dos seus dedos com o exercício do piano. Movimente os dedos para cima e para baixo.
  • Feche o punho com força e depois abra, alongando o máximo possível, umas 10 vezes.
  • Alongue os punhos segurando o outro punho para baixo. Em seguida, force o mesmo punho ao contrário com a ponta dos dedos para cima, usando a outra mão para intensificar o esforço.
  • Após esse exercício chacoalhe as mãos deixando os dedos e pulsos bem relaxados.
  • Alongue os braços entrelaçando os dedos à frente de seu peito e curve as costas fazendo uma concha. Repita o mesmo exercício entrelaçando os dedos para trás, desta vez expandindo o peito.
  • Exercite as costas enrolando o tronco de forma lenta para baixo, fazendo com que seus dedos das mãos encostem em seu pé. A volta tem deve ser feita da mesma forma, desenrolando de forma lenta deixando a cabeça por último.
  • Uma forma básica para alongar as pernas é esticar uma delas e inclinar o corpo para o lado contrário. A posição final seria como estar agachado, mas com uma das pernas esticada para o lado de seu corpo. Repita o exercício com a outra perna.
  • Uma outra opção é, em pé, puxe uma das pernas para trás segurando pelo tornozelo, repetindo o exercício com a outra perna.
  • Por último, desfaça a tensão do pescoço, fazendo um círculo (mais aberto possível) com a cabeça para todos os lados. Faça três voltas para cada lado. Tente encostar o queixo em seu peito, alongando assim a parte de trás de seu pescoço.
  • Deite lentamente a cabeça para o lado do ombro direito e depois para o lado esquerdo. Sinta o seu pescoço alongar.

Com esses exercícios, durante 15 ou 20 minutos diários, você consegue aliviar a mente, a vista e relaxar um pouco o corpo.

O corpo em movimento com atividade física

O corpo em movimento com atividade física

Escrito por Nome em 10 de maio 2011.

  • Antes de iniciar qualquer atividade física, faça um exame clínico para saber sua real condição.
  • Procure sempre a orientação de um profissional de educação física.
  • Escolha uma prática esportiva que mais se identifique com você.
  • Sempre inicie a atividade física de modo leve e moderado.
  • Respeite sempre seus limites.
  • Procure usar roupas leves e confortáveis, adequadas para a atividade.
  • O alongamento é sempre importante, antes e depois de qualquer prática esportiva, pois prepara a musculatura, dando a ela a elasticidade necessária para suportar a carga de exercícios imposta, além de relaxar após a atividade.
  • Sempre beba água antes, durante e depois da atividade, para hidratar. Mas lembre-se: sem exageros, pois até água em demasia faz mal.
  • Procure realizar os exercícios pela manhã ou no fim da tarde.
  • Atividade física é sinônimo de saúde, portanto, cuide muito bem do seu corpo.
  • Comece devagar. Incorpore mais atividade física no seu dia-a-dia e gradualmente atinja o objetivo de 30 minutos para melhorar sua saúde e controlar seu peso.
  • Estabeleça metas. Tenha objetivos a curto e longo prazos e comemore cada sucesso.
  • Trace o progresso. Mantenha um registro para traçar seu progresso. Anote quando você se exercitou, que atividade física realizou, qual a duração e como sentiu-se com o exercício.
  • Pense em variedade. Escolha uma variedade de atividades físicas para ajudá-lo a alcançar seus objetivos, prevenir o tédio e manter sua mente e corpo desafiados.
  • Pense em variedade. Escolha uma variedade de atividades físicas para ajudá-lo a alcançar seus objetivos, prevenir o tédio e manter sua mente e corpo desafiados.
  • Interrompa a atividade física e consulte um médico caso sinta incômodo ou dor no peito, tontura, dor de cabeça forte ou outros sintomas anormais quando estiver exercitando-se.
  • Escolha uma variedade de alimentos nutritivos todos os dias.
  • Encoraje sua família e amigos a apoiá-lo e acompanhá-lo em sua atividade física.

Aproveite os benefícios para a saúde da atividade física e a faça parte integrante da sua vida.

Cuidar da saúde é um ato de amor próprio

Cuidar da saúde é um ato de amor próprio

Escrito por Nome em 10 de maio 2011.

  • Dedique pelo menos 15 (quinze) minutos do dia à meditação. Escolha um local silencioso, sente-se numa posição confortável e se esqueça da vida.
  • Tome ao menos dois banhos frios por dia. Esse hábito é energizante.
  • Procure abandonar alguns vícios, a começar pelo cigarro e álcool.
  • Fuja das fórmulas mágicas e das dietas milagrosas. O que vale é aprender a comer.
  • Se você tem dificuldade em acordar de manhã, deixe a janela do quarto entreaberta. A luz natural ajuda o cérebro a perceber que já é dia.
  • Não saia de casa sem se alimentar. Coma pelo menos uma fruta e 15 minutos depois, um cafezinho.
  • Coma equilibradamente na hora do almoço. Uma refeição mal combinada trará péssimo rendimento no trabalho.
  • Reclamar da vida só causa stress. Em vez de resmungar porque faz frio, vista um agasalho.
  • Passamos a maior parte do dia no trabalho, Por isso, você precisa amar o que faz.
  • Seja otimista sempre. Lembre-se de que todas as crises são passageiras.

Actelion 2011. Todos os direitos reservados.